Talentos

Amor Virtual

Os extremos territoriais tornam-se obsoletos ao passo em que a tecnologia evolui, ao meio-dia você está no Brasil e a meia-noite pode estar na Europa. Você pode não ter muitos amigos ao seu redor, e ter milhares de amigos nas redes sociais, interagindo ali com pessoas que nem sonhava em conhecer.
E é nesse contexto, com toda a modernidade do século XXI, que surge a história de Jack e Junior.
Junior mora em uma badalada cidade do litoral catarinense, onde vive uma vida agitada, revezando o seu tempo entre os amigos, trabalho, artes marciais e festas. Sem muitas pretensões ou responsabilidades, vive um dia de cada vez, e gosta do seu estilo meio mandrião.
A milhares de quilômetros dali, em uma cidade no interior do Acre, vive Jack. Uma moça forte e aguerrida, que vive para o trabalho e os estudos, gosta de planejar tudo, e tem seu futuro todo traçado.
Devido à distância física entre os dois, eles jamais se cruzariam pela rua ou se encontrariam em um restaurante, um bar, no cinema...
Mas a vida gera surpresas incríveis, e em meados daquele ano, 2009, Junior, como era de costume, estava a horas navegando na internet. E como a internet não tem limites, ele encontra, em uma rede social, o perfil de Jack.
O coração dele acelera na hora, ainda sem saber se era pela moça que ele acabara de ver na rede social ou se pela cafeína das 4 latas de energético que já havia tomado. Sem pensar muito, ele a ‘’adiciona’’ e logo chama pra um bate-papo.
A conversa vai fluindo, os minutos vão virando horas, as horas dias e os dias semanas, e ali se estabelece uma nova amizade.
Ao passar do tempo, as conversas começam a ter um rumo diferente, pois eles vão percebendo que as qualidades que faltam em um, sobra no outro, assim como num quebra-cabeças, que precisa de peças diferentes para poder se encaixar. Pronto! Estavam apaixonados.
Então eles se perguntam: ‘’como posso me apaixonar por alguém que nem conheço pessoalmente? Alguém que nunca me tocou, que nunca senti o cheiro... ’’, mas a paixão age de forma misteriosa.
Eles começam a trocar presentes, cartas escritas à mão e declarações afetuosas, cada vez com mais frequência. Nessas trocas de carinho a distancia, se passam 365 dias.
Mas um mora no Oiapoque e o outro no Chuí, e agora, o que fazer?
Jack, determinada como sempre, decidi tirar férias e ir ao encontro de Junior, ela chegará dentro de uma semana, mais precisamente no vôo Gol 1935, as 14:00hs, no aeroporto de Navegantes – SC. Ele, sabendo desta novidade fica extasiado, planejando todos os detalhes da recepção que irá fazer para ela.
Enfim, é chegado o grande dia!! Ele espalha rosas vermelhas pelo quarto, compra balões em formato de coração, e os pendura na varanda, emoldura fotos da Jack e as coloca pela casa. O coração de Junior está a mil , falta 1 hora para a chegada de Jack, quando ele recebe uma ligação de um número desconhecido. É Jack, ligando do aeroporto de Florianópolis, Junior logo fica confuso, pois o avião deveria pousar em Navegantes, Jack então explica que o vôo de Brasília tinha atrasado, e por essa motivo houve mudança de rota, e que só chegaria no destino correto as 16:00hs. E o encontro tão esperando foi adiado em algumas horas.
Junior conta cada minuto no relógio, as horas parecem não passar, e a ansiedade aumenta.
Enfim, são 15: 00hs, Junior se prepara para ira ao aeroporto.
Chegando lá, fica de um lado para o outro, angustiado e com o coração apertado, faltam 20 minutos para Jack chegar.
São 16:00hs , o avião pousa. Da parte destinada ao visitantes, Junior vê Jack descendo do avião, fica muito empolgado e pensa: ‘’enfim vou poder abraça-la’’.
O encontro dos dois é lindo, um momento emocionante, o choro e abraço apertado emociona os presentes.
Ali começa o namoro de verdade, um não quer desgrudar do outro e passam 30 dias curtindo as maravilhas do litoral catarinense. Junior, todo orgulhoso da namorada, a apresenta aos parentes e amigos, Jack se sente em casa.
Mas nem tudo são flores, pois as férias da Jack estão para acabar e ela precisa voltar ao Acre.
A despedida dos dois é triste, assim como no encontro a despedida é regada a abraços e lagrimas, ficando ali a pergunta de quando se encontrariam de novo.
A vida vai seguindo normal, eles continuam se falando pela internet, mas a saudade dessa vez é bem pior, pois agora eles se conheciam pessoalmente, e era difícil suportar a distância.
A comida já não tinha mais sabor, a insônia era constante, e a vida tinha perdido a cor.
Três meses se passam, e Junior, morrendo de saudade, decide tomar uma atitude radical, liga para Jack e pergunta o que ela acharia se ele se mudasse para o Acre. Sendo que, se ele fosse, os dois teriam que casar.
Jack, a principio, hesita. Mas logo aceita a proposta de Junior, que pede demissão do trabalho e avisa ao amigos e familiares que está de partida.
Dessa vez, ele é quem faz as malas para encontrar sua amada.
Junior chega ao Acre, um lugar totalmente diferente do seu, mas a presença de Jack o faz sentir nas nuvens, ambos estão felizes e apaixonados.
De lá pra cá, já passaram 9 anos, e sabe o que aconteceu com os dois? Continuam casados! Todo o dia o amor se renova e eles não deixaram a chama apagar, provando que aquele amor que aconteceu pela internet continua conectado.

Compartilhe

Inspiração

Esse conto é o resumo da minha própria história, foi assim que encontrei minha esposa.

Sobre a obra

Procurei fazer um conto simples, expondo apenas a história de uma forma geral, pois não haveriam caracteres disponíveis para a versão estendida .

Sobre o autor

Sou membro correspondente da Academia dos Poetas Acreanos e possuo poemas publicados nas seguintes Antologias: Poesia Livre 2016, Sarau Brasil, CNNP, Gritos Contidos, Concurso Literário Pague Menos, Vice-campeão regional do Talentos Fenae 2016 - Poesia, Poesia Livre 2017, Criador da Fan Page " O POETA'', que possui mais de 59 mil seguidores.

Autor(a): ADOLINO SILVEIRA JUNIOR

APCEF/AC