Talentos

A Fada

A Fada

Ela é uma fada, mas tão ocupada que é, não se dá conta disso.
As suas mãos mágicas fazem coisas sobrenaturais acontecerem: o dinheiro se multiplica, plantas ancestrais desaparecidas renascem, um pedaço exíguo de terra transborda em um lindo jardim, ingredientes humildes se transformam em manjar dos deuses.
Aliás, suas iguarias são tão famosas que muitos vêm de longe só para prová-las.
Generosa, nunca se ouviu falar que alguém tivesse batido à sua porta com fome e tivesse saído sem ter sido saciado.
Valente, muito antes de se falar em empoderamento feminino, ela já fazia valer os seus direitos.
Forte, enfrenta as perdas da vida com firmeza e resignação; suas dores, guarda escondidas. Transmuta o sofrimento em superação ainda que parte de si mesma tenha sido arrancada.
Tolerante, acolhe os diferentes com o irremovível sorriso e o abraço carinhoso e apertado. Mesmo os maltrapilhos recebem seu beijo afetuoso.
Amorosa, o coração gigante dessa fada tem o dom de ajuntar em torno de si gerações variadas, do idoso ao bebê. Muitos a chamam de mãe tal o seu imenso e intenso amor pelas pessoas que a cercam.
Encantada que é, está sempre exalando o suave e delicioso perfume que brota da natureza. Gosta de ser assim, cheirosa e arrumada, porque sabe que o amor próprio começa pelo cuidado de si mesma.
Às vezes fica muito preocupada com os que estão a sua volta, mas tudo faz resolver com sua poção de firmeza e determinação.
Sua casa é seu reino encantado e sua porta está sempre aberta para todos e é abrigo frequente dos menos favorecidos – seus pobres, tão queridos!
Apesar da realidade dura, ela se mantém suave, lúcida e serena.
Sou uma pessoa de sorte, essa fada existe e é minha mãe!


Eliana de Almeida Alves Veloso

Compartilhe essa obra

Share Share Share Share
Inspiração

A inspiração para escrever esse conto veio da observação de uma pessoa muito especial para mim. Essa pessoa é uma verdadeira fada, é simplesmente uma criatura encantada.

Sobre a obra

A categoria literária nessa obra é o conto.

Sobre o autor

Sou empregada CAIXA aposentada e após a aposentadoria tenho me dedicado mais aos meus hobbies, dentre eles a pintura e escrita.

Autor(a): ELIANA DE ALMEIDA ALVES VELOSO (Eliana Veloso)

APCEF/GO