Talentos

SONHOS RASGADOS

SONHOS RASGADOS

Entre gritos e sussurros
Há uma vida por um fio
Pontapés, socos e murros
Frustram um desafio.

Bandeiras latejantes
Assistiram a brutalidade
Não tremulam como antes
Sem saber da verdade.

Nos quartéis são adestrados
Como verdadeiros animais
Para não serem incomodados
Por coisas banais.

O sonho foi atropelado
Por coturnos e baionetas
Mas restou um povo educado
Nesta terra de caretas.

Compartilhe essa obra

Share Share Share Share
Inspiração

A vivência com o enfrentamento de classes que acompanho desde adolescência e bem aguda na época da repressão surgiu como fator preponderante para a concepção dessa obra.

Sobre a obra

Recorta um momento muito violento e sombrio da nossa história política vivida nos anos 60 a meados de 80.
A pressão estava em desuso, porém está tão atual como fora naquela época.

Sobre o autor

Escrever dar vazão à alma e ao corpo.

Autor(a): JOSE DE ARIMATEA LAFAYETTE SOUZA ()

APCEF/AL