Talentos

Nas Sombras



Nas sombras

Eu não escolhi pra onde vou
Eu nunca quis ser você
Porque me trancou aqui
Pensei que tinha um viver
As vagas estão a ferir
Nem livre sou pra morrer

Me diz que isto não é real
Irmãos de cor a morrer
Pequenos não vão sonhar
Com o sangue das mães a sofrer
Só fome, tragédia e Dor
Que ser humano é você?


Que fez as trilhas no mar
Me fez escravo a gritar?
Seu ouro não vale mais
Que a minha pele e alma
Meu Deus me ajudar a sonhar


O que fiz foi esquecer
De todo Mal que me causou
Hoje eu já posso viver
Uma vida, albatroz livre

Não não vou esquecer
Que até hoje meus filhos são
Discriminados pelo teu não
Poucos direitos, e muitos sonhos

Mas eu vou lhe dizer
A certeza que aprendi
Que no fim seremos livres
No mesmo manto, do mesmo céu

De Deus

Compartilhe essa obra

Share Share Share Share
Inspiração

Em meio a tanta turbulência e preconceito, estive relendo Navio Negreiro de Castro Alves, estive refletindo sobre tudo o que somos, onde chegamos, sobre Martin Luther King Jr., e tanto que temos que evoluir, e nasceu essa música.

Sobre a obra

Essa música é pensada em dois momentos. Tem como tema o racismo e a reflexão que precisamos fazer sobre nossa sociedade. Em primeiro momento tive a intenção de transportar a horrível realidade dos navios negreiros.
No segundo momento trago um pouco da resposta e reflexão de quem sofreu tanto, e ainda sofre com tanto preconceito.

Sobre o autor

Persigo as diferentes formas de expressão que a música pode me proporcionar. A vida é uma história e a música escreve cada nosso novo capítulo de uma forma única e diferente.

Co-Autor(es)
Intérpretes

DAVID SANTOS SALOMAO | APCEF/CE

Integrantes
Autor(a): DAVID SANTOS SALOMAO (David Salomão)

APCEF/CE