Talentos

VAMOS FICAR ALERTAS

VAMOS FICAR ALERTAS

Do colorido às gritarias e gargalhadas
Dos riscados nas paredes à diversão
Desenhos malfeitos, birras, abraços
Desenvolvimentos da cognição!

A infância é um momento todo especial
Como o desabrochar de uma linda flor.
Nesse estágio, a criança só deseja:
Atenção, segurança, carinho e amor!

As fantasias são suas maiores companheiras!
Dão vida a seres feios e coisas engraçadas
Num reino lúdico, mágico, feito de imaginação
Elas querem correr, brincar e serem amadas!

Porém, hoje o que mais se vê nos jornais
São ferozes brutalidades contra a criança
Pessoas próximas, que deveriam cuidar,
Lhes quitando a inocência e a confiança...

Elas estão sofrendo e morrendo todo dia.
Consequência das perversidades sofridas
Aquelas que sobrevivem levam consigo
Traumas graves para o resto das suas vidas.

São várias categorias de agressividade:
Psicológicas, físicas, sexuais.
Todas as crianças estão sujeitas a elas:
Independentemente das classes sociais.

Esses pequenos precisam neste mundo viver
Com as suas fragilidades, belezas e inocências
Observem, protejam, escutem as crianças
Vamos acabar com essas terríveis violências!

Vamos ficar alertas, denunciar
Qualquer tipo de crueldade infantojuvenil
Sejamos rápidos, vamos agir e utilizar:
O Disque 100 e o aplicativo Proteja Brasil!

Compartilhe

Inspiração

A violência contra a criança um processo de crescimento alarmante. Minha motivação foi fazer uma poesia de alerta para o mundo e a proteção da criança.

Sobre a obra

Essa obra foi escrita em versos livres, composta de 8(oito) estrofes, com rimas alternadas no segundo e no quarto verso.

Sobre o autor

Sempre fui apaixonada pela literatura e principalmente pelos contos e a poesia, por conta disso, tenho buscado, cada vez mais, aprender para escrever melhor.

Autor(a): VERONICA DA SILVA GALVAO (VERÔNICA GALVÃO)

APCEF/AL


Essa obra já recebeu 6 votos