Talentos

Livres, lendo livros

João Pedro é um menino livre
Que vai a todo lugar
Perto ou longe, verão ou inverno,
E tudo bem se lá nevar.

Há passagens secretas
Nos livros, em sua estante
Do deserto ao fundo do mar,
Do centro da terra ao espaço distante.

Em cada livro que olha
E em cada história contada,
Descobre tudo o que existe.
E descobre que não sabe nada...

Criança gosta de livro.
Livros gostam de criança.
Mas se não forem apresentados,
Como haverá essa aliança?

Não havia internet,
Nem sempre houve eletricidade!
Mas sempre houve conhecimento.
Sempre houve criatividade.

João Pedro ganha livros,
Leem livros para ele aos montes.
Ele doa os que já leu,
Ainda abrem horizontes.

As lições contidas nas fábulas,
As aventuras mais famosas,
Encantam a infância.
Alegram vidas dolorosas...

Leitura requer paciência.
Desafia a realidade.
Arrebenta correntes no mundo.
Conhecimento é liberdade!

Criança precisa aprender.
Criança precisa pensar.
Logo será um adulto, e
Se não leu bons livros, o que esperar??

Compartilhe

Inspiração

Meu filho é uma criança que, dentre outras coisas, gosta de livros. Desde cedo eu busquei esse resultado. Não sei se esse gosto por livros será duradouro. Pensando nisso, fiz a poesia, porque quando ele crescer, sempre verá através dela a importância que existe em uma boa leitura. Ele é o menino da poesia.

Sobre a obra

Montei as estrofes da maneira que considero mais melódica e mais dinâmica a leitura de uma poesia: com estrofes de quatro versos em que o segundo rima com o quarto. Nesse molde, inseri minhas ideias sobre a importância de crianças conviverem com livros.

Sobre o autor

Sou de Almenara/MG, casada, tenho 32 anos, tenho um filho de 4 anos e estou na Caixa há quase 7 anos. Hoje, trabalho em Guarapari/ES. Sempre gostei de escrever e gerar significado com isso. Perdi isso com o tempo, mas o concurso me provocou. Aqui estou.

Autor(a): HELOISA GOMES SOARES DE SOUZA (Heloisa Gomes)

APCEF/ES